Tocantins: missionários mirins levam o amor de Jesus a outras crianças

Autor: Redação HolyNews

O projeto “Super Missionários”, no Tocantins, promove a evangelização de crianças por intermédio de outras crianças. O resultado é que, a partir dos pequeninos, famílias inteiras estão se voltando para Jesus.

Glaucia Korkischko, diretora do Ministério da Criança para oito países da América do Sul, afirma que as crianças não costumavam ser envolvidas nos projetos de evangelismo. “Eram só espectadores”, ressalta. Segundo ela, “a criança não precisa saber todas as doutrinas ou ter um conhecimento profundo da Bíblia. Se ela ama a Jesus, inspirada pelo exemplo dos pais e da Igreja, falará disso para o amiguinho. Ela vai viver esse modelo para o amiguinho, e isso é o que basta.

Foi exatamente o que Pedro Henrique Ladeira dos Santos, de nove anos, colocou em prática, em 2021. O menino passou meses orando por um amigo até que chegou o momento de conversar com Gustavo. A mãe, Luene, para motivar o desejo missionário do filho, também precisou superar a barreira da timidez para se aproximar da mãe do garoto.

A colheita foi abundante. Uma família inteira decidiu pelo batismo nas águas. Desde então, mais duas famílias foram batizadas por influência de Pedro Henrique. O missionário mirim também é parte de um pequeno grupo. “Lá a gente conta histórias, fala de Jesus com os amiguinhos”, explica o garoto.

Descoberta de talentos
Pedro Henrique também participa do Clube de Aventureiros. Assim, o menino desenvolve outras habilidades, como a pregação. Em 2021, no Sábado da Criança e Dia Mundial do Aventureiro, datas voltadas para os pequenos, ele ocupou o púlpito e ministrou pela primeira vez. “Fiquei um pouquinho nervoso”, revela. No entanto, não foi impedimento para continuar. Neste ano, Pedro recebeu novo convite.

“Dentro do Clube de Aventureiros é muito fácil para as crianças fazerem a missão”, frisa Udolcy Zukowski, diretor sul-americano do ministério. Ele salienta que as atividades propostas no clube são atrativas para outras crianças, o que facilita o contato para toda a família.

Atualmente, segundo a Secretaria da sede sul-americana adventista, são 123.811 crianças entre zero e 12 anos que frequentam templos adventistas na América do Sul. Elas são atuantes nos projetos de evangelismo.

Um exemplo é a pequena Rebeca Soares Ruela, de cinco anos. Ela integra o grupo de missionários mirins. A menina não sai de casa sem um livro para presentear aquele que cruzar o seu caminho, sejam porteiros, motociclistas, entregadores. Rebeca diz que fica feliz quando realiza a ação. “Eu gosto de mostrar para as pessoas que Jesus ama elas”, conta a pequena.

“Quando olho o envolvimento das crianças, muito mais do que a metodologia que criamos, fico pensando em cada vidinha dessas crianças no céu. É o que desejo para os meus filhos e para essas crianças”, salienta Glaucia Korkischko, que finaliza: “Cada uma delas é um cidadão em potencial do reino dos céus e nós não podemos perder essa oportunidade.”

Com informações Notícias Adventistas 

COLUNISTAS

Últimos Conteúdos

AllEscortAllEscort