Presidente da AD é criticado por apoio a candidato acusado de corrupção

Autor: Redação HolyNews

Um vídeo compartilhado pelo ex-ministro do Trabalho e ex-deputado federal pelo Rio Grande do Sul, Ronaldo Nogueira, em apoio a sua candidatura, gerou críticas entre membros da Assembleia de Deus gaúcha.PUBLICIDADE

Nogueira, que esteve à frente do ministro do Trabalho entre 2016 e dezembro de 2017, foi acusado pela Polícia Federal de envolvimento em um esquema criminoso que desviou mais de R$ 50 milhões do ministério.

Em 2020 ele foi alvo da Operação Gaveteiro, para apurar o desvio de valores do então Ministério do Trabalho, por meio da contratação de uma empresa do ramo da tecnologia da informação, em Goiás e em mais cinco estados, quando presidia a Fundação Nacional de Saúde (Funasa), sendo obrigado a pedir demissão.PUBLICIDADE

Nas redes sociais, líderes da Assembleia de Deus no Rio Grande do Sul foram criticados por declarar apoio e abrir as portas de denominação para Nogueira.

O presidente da Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil (CGADB), José Welligton Júnior, também foi criticado por um vídeo em que declara apoio ao candidato.

COLUNISTAS

Últimos Conteúdos