Pesquisa: apenas 46% dos cristãos consideram missões mandamento

Autor: Redação HolyNews

Um novo levantamento de Barna, em parceria com a Mission India, revela que, nos Estados Unidos, pastores e fiéis possuem visões bastante diferentes sobre a obra missionária. O estudo aborda as crenças de cristãos e pastores sobre quem é responsável pela Grande Comissão e como deve ser realizada.

Os pesquisadores descobriram que 85% dos pastores, independente da denominação, e 46% dos cristãos, consideram que “missões são um mandato bíblico para todos os cristãos”. A diferença é de 39 pontos. Já entre os cristãos praticantes, 42% acreditam que realizar missões é para todos os discípulos de Cristo.

“Esta é uma diferença profunda. Tanto os líderes quanto os frequentadores da igreja devem descobrir por que essa lacuna existe. Pastores poderiam se inclinar para entender melhor e moldar como os congregadores interpretam missões”, pontuou Barna.

Por outro lado, os dados da pesquisa revelam que os cristãos podem encontrar exceções no texto de Mateus 28.19-20: “Jesus disse aos seus seguidores: ‘Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; Ensinando-os a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandado’”. Eles tendem a acreditar que missões é um chamado para alguns (51%), não um mandato para todos (25%).

O levantamento também pontua que 77% dos pastores enxergam ser mais importante que missões espalhem o Evangelho de Jesus do que promovam a justiça. Entre os cristãos auto-identificados, 43% optaram “espalhar o Evangelho”, enquanto 37% escolheram “promover a justiça”.

O estudo ressalta ainda que 59% dos pastores, e 47% dos cristãos, afirmam que é mais importante que as missões sejam “focadas globalmente”. Segundo Barna, no geral, os valores das missões diferem consideravelmente entre o púlpito e o banco. “Notavelmente, os cristãos também são mais propensos do que os pastores a serem neutros em muitos desses pontos, o que pode sugerir que eles não têm a informação ou orientação de que precisam sobre o assunto”.

COLUNISTAS

Últimos Conteúdos