Pastor de igreja acusada de “homofobia” diz que não abre mão da Palavra

Autor: Redação HolyNews

O pastor Jeter Josepetti de Andrade, da Igreja Presbiteriana Renovada, em Aracaju, Sergipe, se manifestou nesta segunda-feira (16) sobre a acusação de “homofobia” levantada por dois homossexuais, depois que a igreja se recusou a batizar um deles, por seguir princípios Bíblicos.

“Em um dos cursos da nossa igreja chamado ‘Primeiros Passos’, onde nós começamos a ensinar verdades básicas sobre a Palavra de Deus. Na terceira lição, nós falamos sobre família e sexualidade, o que nós acreditamos de acordo com a palavra de Deus. Todos são muito bem-vindos à Família Renovada, mas nós não abrimos mãos dos princípios e valores da Palavra de Deus”, disse no Instagram.

Ao comentar sobre o caso, o pastor lembrou que a Constituição Federal garante a liberdade de crença religiosa, rebatendo a acusação levantada pelo fotógrafo João Pedro Poderoso, que vive um relacionamento homossexual com o cabeleireiro Jadson Santana.

A igreja teria realizado uma cerimônia de batismo nas águas e o frequentador homossexual tentou ser batizado, mas seu nome não foi incluído na lista de pessoas preparadas para a cerimônia, já que mantém a relação homossexual.

O pastor evitou comentar sobre a caminhada de fé de João Pedro, assim como o impedimento ter acontecido poucos minutos antes do ato religioso. Segundo o fotógrafo, o batismo foi cancelado quando ele aguardava ser chamado para a cerimônia.

“Eu fui chamado por um líder e levado a uma sala, onde ele me informou que o pastor gostaria de falar comigo e chegando lá, ele me informou que eu não poderia ser batizado porque eu era homossexual e casado com outro homem. Sendo que toda a igreja sabia do meu relacionamento com o meu esposo, eu já frequentava a igreja há um ano. Não era novidade o nosso relacionamento”, disse.

Pecado

De acordo com a Bíblia, a prática homossexual é considerada pecado, sendo necessário o arrependimento para perdão divino e uma mudança de vida, um compromisso que é tornado público através do batismo.

A visão bíblica das igrejas aponta como desvio do propósito original da criação da humanidade relacionamentos homossexuais, já que Deus criou homem e mulher para viverem o relacionamento conjugal, conforme reafirmado por Jesus Cristo (Mateus 19:4-6).

Na Bíblia, a prática é apontada como pecado em diversas passagens, tanto no Antigo Testamento, como também no Novo Testamento (Levítico 18:22; 1 Coríntios 6:9-11; Romanos 1:21-27; 1 Tessalonicenses 4:3-5).

COLUNISTAS

Últimos Conteúdos

AllEscortAllEscort