NASA afirma que algo inexplicável acontece no universo

Autor: Redação HolyNews

Novas observações do telescópio espacial Hubble mostram que o universo está se expandido mais rápido do que o previsto. Isso significa, segundo os pesquisadores, que algo “estranho” está ocorrendo no universo que a ciência moderna não consegue explicar.

A NASA fez as constatações, na última semana. Elas foram publicadas no periódico acadêmico The Astrophysical Journal. “A causa dessa discrepância permanece um mistério”, afirma o artigo.

“Os dados do [telescópio] Hubble, abrangendo uma variedade de objetos cósmicos que servem como marcadores de distância, apoiam a ideia de que algo estranho está acontecendo, possivelmente envolvendo uma física totalmente nova”, afirma a NASA.

O universo está em expansão contínua, segundo descoberta do astrônomo Edwin Hubble há um século. O estudioso descobriu também outras galáxias fora da Via Láctea. Ele percebeu ainda que elas estavam constantemente se afastando.

Dentro dos parâmetros da Lei de Hubble, saber as distâncias, localizações e distribuições das galáxias no espaço pode ajudar a calcular a idade do universo. No entanto, o próprio Hubble nunca ficou satisfeito com suas descobertas. Por outro lado, a maioria dos cientistas ainda buscam conclusões para elas.

Mistério científico?
A expansão do universo não foi constante, mas sim, passou por dois períodos chamados pelos cientistas de aceleração cósmica. A primeira teria sido logo após o Big Bang, mas a segunda pode ter ocorrido cerca de nove bilhões de anos depois. É este último período que ainda está em curso, segundo estudos feitos, em 1998, pelos cientistas Adam Riess e Brian Schmidt.

Acredita-se que a expansão do universo seja causada pela “energia escura”, uma misteriosa força repulsiva que acelera a expansão do universo. No entanto, a taxa de aceleração não está correspondendo às descobertas de Hubble. Isso significa que, se antes os cientistas tentavam encontrar a constante de Hubble, agora eles indicam que uma física desconhecida esteja em ação.

De acordo com o site Jersusalem Post, esta mudança na taxa de expansão pode dar pistas sobre o destino final do universo. Uma teoria é que o universo continuará se expandindo. Como consequência, a matéria se tornará menos densa. Assim, toda a matéria se desintegrará no que é chamado de “morte térmica do universo”.

Com informações Jerusalem Post 

COLUNISTAS

Últimos Conteúdos

AllEscortAllEscort