Igrejas no pós-pandemia se modernizam e ampliam tecnologia

Autor: Redação HolyNews

Os cultos transmitidos ‘ao vivo’ tomaram conta dos canais de streaming no período da ‘quarentena’ na pandemia. O uso de tecnologia no meio religioso parecia tímido até aquele momento. Entretanto, sem, deixar alternativas, muitas mudanças ocorreram na relação.

Na Igreja Cristã Maranata (ICM), os membros puderam acompanhar os cultos por meio das programações diárias veiculadas que já ocorriam na internet e TV. Além disso, muitas outras igreja tiveram de enveredar pelo meio digital para manterem-se próximas aos membros apesar do isolamento social.  

De acordo com William Souza, gerente do setor de produção e transmissão da ICM, na pandemia a demanda de produção quase duplicou. “Já transmitíamos os cultos para as igrejas por meio da TV-Web, mas com a pandemia as transmissões passaram a ser feitas pelo YouTube”, explica. 

Inclusão e facilidade

A proposta de aliar facilidades do mundo terreno ao espiritual agrada ao público. Dessa forma, os dízimos e ofertas também foram adaptados à tecnologia com mais velocidade nesse período.

De acordo com o universitário Lucas Ramos, da Igreja Fonte de Vida em Goiânia (GO), é importante acompanhar a inovação tecnológica. “Contribui para conquistar fiéis por meio dessas mídias. Nós gostamos. Eu e minha família somos adeptos de dizimar e ofertar com pix, cartão, QR Code.”

“A maioria das pessoas abaixo de 30 anos não anda mais com dinheiro físico, só pix e cartão. Quando uma igreja insere esses métodos fica mais mais fácil de ofertar o dízimo e acaba incentivando mais pessoas a fazerem doações”, afirma o universitário ao Diário do Estado. 

COLUNISTAS

Últimos Conteúdos

AllEscortAllEscort