Igrejas evangélicas podem receber do Governo Federal canais de TV

Autor: Redação HolyNews

O presidente Jair Bolsonaro está apoiando a aprovação de um Projeto de Lei que propõe a liberação de diversos sinais de TV aberta para igrejas evangélicas. A expectativa é que o PL 3320/2020 seja votado ainda esta semana. Caso aprovado, pode virar lei nos próximos dias.

Bolsonaro conta com o apoio do presidente do Congresso, o deputado federal Arthur Lira (PP) para a aprovação do PL. No entanto, é necessário ainda aprovação do Senado.

A ideia é liberar 25 novos canais de TV aberta para diferentes agremiações evangélicas, que estão pressionando por mais espaço na televisão, segundo apuração NaTelinha. Como se trata de uma concessão pública, pastores conversaram pessoalmente com Jair Bolsonaro para tentar acelerar a aprovação do projeto.

É importante frisar que o PL já entrou em pauta nove vezes, desde outubro de 2021. No entanto, não foi apreciado “em face do encerramento da Sessão”, afirma o site da Câmara dos Deputados.

O PL é sugestão do deputado evangélico Cezinha de Madureira (PSD), ligado à Assembleia de Deus. A denominação é uma das maiores do país, com cerca de 3 milhões de membros.

Desde o início do governo Bolsonaro até 2021, 67 concessões de TV aberta digital contemplaram entidades ligadas a grupos religiosos. Somados, canais católicos e evangélicos obtiveram 40% de todas as 166 outorgas e consignações digitais autorizadas.

A TV Canção Nova conseguiu 24 autorizações, encabeçando a lista. A seguir está a Fundação João Paulo II com 22, a Rede Viva com 17, a Televisão Independente de São José do Rio Preto Ltda com 5, a TV Aparecida com 4. Há também concessões para canais da Igreja Batista da Lagoinha, TV Novo Tempo, Assembleia de Deus Amazonas e Rede Mundial, entre outras.

COLUNISTAS

Últimos Conteúdos

AllEscortAllEscort