Flórida limita ensino de orientação sexual em escolas

Autor: Redação HolyNews

O governador da Flórida, Ron DeSantis, assinou um projeto de lei que proíbe escolas públicas, e terceiros, de discutir orientação sexual e identidade de gênero com estudantes entre o jardim de infância e a terceira série.

O Projeto de Lei 1557 foi assinado na segunda-feira, sendo considerado pelo governador como uma vitória para os direitos dos pais.

Além disso, o projeto exige que os distritos escolares adotem procedimentos para notificar os pais sobre mudanças que afetam a saúde mental, física e emocional de seus filhos e impede que os distritos escolares retenham informações dos pais.

“Os direitos dos pais têm sido cada vez mais atacados em todo o país, mas na Flórida defendemos os direitos dos pais e o papel fundamental que desempenham na educação de seus filhos”, afirmou.

Segundo The Christian Post, DeSantis afirma que os pais têm todo o direito de serem informados sobre os serviços oferecidos aos seus filhos na escola.

Os opositores rotularam a legislação como a lei “Don’t say gay” (Não diga gay), argumentando que essa disposição teria consequências prejudiciais.

O projeto de lei foi apoiado pelo Conselho de Política Familiar da Flórida, que argumenta que os oponentes do projeto estão fazendo “alegações deliberadamente falsas sobre o conteúdo da legislação”.

“Esta lei é necessária porque as escolas estão mais preocupadas com a doutrinação do que com a educação. Esta não é uma lei de ‘não diga gay’”, disse o presidente do Conselho de Política Familiar da Flórida, John Stemberger.

COLUNISTAS

Últimos Conteúdos