Ator de Hollywood relata perseguição após posicionamento de fé

Autor: Redação HolyNews

Conhecido por seus papéis na TV, o ator Neal McDonough,56, declara abertamente sobre sua fé cristã e como isso impacta sua carreira. O ator se abriu sobre como sua fé o ajudou através das pressões da indústria do entretenimento.

Em 2010, McDonough apareceu na série da ABC, na qual os roteiristas queriam que ele realizasse uma cena íntima. Ele não concordou com isso, uma decisão que ele acredita que o fez ser colocado na lista negra da indústria. 

Mas mesmo com o seu no cinema e séries conhecidas, ele descobriu rapidamente que adotar uma postura como cristão em Hollywood pode custar-lhe caro. “Houve um tempo em que eu não estava trabalhando. Eu não conseguia um emprego porque as pessoas pensavam que eu era um cara religioso louco”, disse McDonough. 

“Eu amo minha esposa, mas eu amo a minha atuação também. Estava esperançoso de que, em algum momento, alguém me daria uma chance novamente”, expressa. 

Posicionamento religioso

Esta não foi a primeira vez que McDonough recusou cenas íntimas na tela. De 2008 a 2009, o ator apareceu em “Desperate Housewives”, onde interpretou o marido de Nicolette Sheridan.

Na época, ele manteve sua conduta de não-beijo, e levou o criador da série, Marc Cherry, a contornar esse conjunto de parâmetros que o ator estabeleceu para si mesmo. “Não beijarei nenhuma outra mulher porque esses lábios são feitos para uma mulher”, disse McDonough, que se casou com a esposa Ruvé em 2003.

No entanto, depois de ser demitido, o ator disse que viveu alguns anos difíceis tentando encontrar trabalho enquanto permanece fiel às suas crenças religiosas.

“Lembro-me de cair de joelhos e dizer: ‘Deus, por que você se esqueceu de mim? Por que estou sendo punido tanto?’”, conta. Por outro lado, ele admitiu que Deus “lhe deu tanto” e que ele deve ser “grato e grato” pelas bênçãos que lhe foram dadas.

Próxima etapa

McDonough admitiu que sua carreira floresceu após “Justified”, de 2012. Agora, ele estrela “Boon”, a sequência cheia de ação de “Red Stone”.

No entanto, o ator sabe suas prioridades, como disse anos atrás: “Eu sou muito religioso. Eu coloquei Deus e família em primeiro lugar, e eu em segundo. É por isso que eu vivo.”

*Com informações de Fox News

COLUNISTAS

Últimos Conteúdos

AllEscortAllEscort