70% das pessoas estão orando mais desde o início da pandemia, diz pesquisa

Autor: Redação HolyNews

Uma pesquisa realizada por um aplicativo, aponta que 70% das pessoas estão orando mais desde o início da pandemia.

Além disso, 64% dos entrevistados disseram que planejam recorrer a oração e a meditação, em vez de exercícios, para ajudá-los a administrar a ansiedade ao longo de 2022. A pesquisa contou com mais de 1.000 usuários do app com idades entre 19 e 65 anos, nos EUA, Reino Unido e América Latina.

Ao abranger tópicos que vão desde a prioridade da oração em 2022, até os pontos que lhe causaram ansiedade em 2021 e como lidar com o transtorno, o relatório identificou ainda mudanças na rotina de oração dos cristãos por conta da pandemia do Covid-19. Além disso, examinou o bem-estar, a conexão com a religião e os planos para este ano.

Os resultados

Entre os principais pontos identificados pela pesquisa, está a informação de que 1/3 das pessoas disseram que estabelecer um tempo diário de oração é uma das principais prioridades do ano.

Elas classificaram isso acima de seu trabalho/carreira e de passar tempo com amigos e familiares. Quando se fala em expectativas para 2022, mais de 50% dos entrevistados estão preocupados com sua saúde mental e física, conflitos globais, finanças e trabalho. Além disso, também afirmaram que estão apreensivos com as incertezas gerais do futuro.


Os entrevistados também observaram que a tecnologia desempenhou um papel importante em sua experiência religiosa no ano passado: 35% das pessoas afirmaram que frequentavam a igreja de forma online e 53% dos entrevistados disseram que começaram a usar tecnologia, como aplicativos e ferramentas, para viabilizar seu tempo a sós com Deus.

COLUNISTAS

Últimos Conteúdos

AllEscortAllEscort