Pressão e violência: qual a diferença entre as duas formas de perseguição?

Autor: Redação HolyNews

Você sabia que a perseguição pode ser experimentada de duas formas? Uma das formas é a violência. Ela pode ser medida por meio de incidentes, como mortes, prisões, sequestros etc. A outra forma é a pressão, que pode se manifestar em diferentes esferas, como vida privada, família, comunidade, nação e igreja.

A maioria das pessoas tende a acreditar que a violência ocorre mais vezes e de forma que afete mais os cristãos. Porém é errado pensar que “quanto mais violência, mais perseguição”, já que existe muitos lugares onde há pouca violência, mas muita perseguição – onde esta se manifesta por pressão.

Todo ano, a Portas Abertas analisa ambas as frentes por meio de uma pesquisa com os seguidores de Jesus no mundo. Dessa forma, é possível descobrir e entender o diferente perfil de perseguição de cada país. Em alguns, a violência é mais frequente, em outros, a pressão, em outros ambas as formas atuam conjuntamente.

Qual a diferença entre pressão e violência?  

A pressão atinge a vida do cristão de várias maneiras. Entre elas, os seguidores de Jesus podem ser privados da liberdade de pensamento e consciência no ambiente familiar. Eles também, por causa da fé, são afetados quanto à interação com a comunidade local, seja no trabalho, hospitais ou escolas.

Além disso, eles podem ser vítimas do sistema judiciário, das leis e da administração pública. Na atuação como igreja, cultos e expressões públicas de fé podem ser afetadas – quando há monitoramento e vigilância, por exemplo. 

Já quanto à violência, a pesquisa da Lista Mundial da Perseguição (LMP) 2022 mostra que o número total de igrejas atacadas, com diferentes níveis de severidade, aumentou, passando de 4.488 para 5.110 casos registrados. Esse é um crescimento de 14%. Nesses dados estão incluídos ataques a igrejas ou edifícios cristãos, assim como escolas, hospitais e cemitérios.  

No comparativo entre o os dez países com nível mais alto de pressão e os dez com nível mais alto de violência, apenas um país se repete, que é o primeiro da Lista Mundial da Perseguição 2022, o Afeganistão. Quanto à pressão, o Afeganistão ocupa o 1º lugar, mas no quesito violência, ele aparece em 8º, o que sinaliza que há países que são mais assolados pela violência do que ele. Confira abaixo os países que integram o Top10 da violência em 2022.

COLUNISTAS

Últimos Conteúdos

AllEscortAllEscort